Produtos

O que você precisa saber antes de comprar uma Scooter para idosos: o guia completo!

Provavelmente, ao fazer compras ou passear no shopping, você já encontrou algum idoso passeando com uma espécie de moto, certo? Ela é a scooter para idosos, uma tecnologia que facilita muito a movimentação de pessoas mais velhas, com a mobilidade reduzida. E é exatamente sobre essas scooters que falaremos hoje!

Como você já pode ter percebido, esses equipamentos auxiliam na movimentação de pessoas idosas e proporcionam a elas a independência que elas merecem. Você já imaginou o quanto pode ser difícil ter uma vida ativa e, com o tempo, ter a mobilidade reduzida ou ter a dependência de alguém para realizar certas atividades? Pois é! A scooter para idosos resolve boa parte desse problema e, por isso, merece um guia completo.

No artigo de hoje você irá conferir:

• O que é uma scooter para idosos?
• Por que usar uma scooter?
• O que você precisa saber antes de comprar uma scooter para idosos?
• Tipos de scooters de mobilidade
• Como escolher uma scooter?

O que é uma scooter para idosos?

Pequenos veículos motorizados, as scooters de mobilidade, em geral, possuem baterias integradas e motores eficientes que as permitem rodar até 6km/h. Suas baterias permitem que ela rode até 10km e pode ser utilizada por idosos, cadeirantes e pessoas com diferentes tipos de dificuldade na mobilidade.

Para utilizá-la, é preciso sentar em seu assento, como uma posição semelhante à da bicicleta ou de um carro. Em seguida, você controlará os movimentos pelo guidão.

Objetivo da scooter de mobilidade

Como dissemos no início do artigo e como o próprio nome já diz, a scooter para idosos tem como objetivo auxiliar na locomoção de pessoas com mobilidade reduzida. Assim, essas pessoas conseguem se locomover em áreas internas e externas, facilitando na hora de fazer compras, ir à farmácia, supermercado ou até em um passeio divertido com a família e amigos.

Ou seja, a scooter pode ser utilizada para áreas internas ou externas, sem problemas.

Por que usar uma scooter?

Para muitos idosos, o processo mais doloroso do envelhecimento é a perda de mobilidade e, consequentemente, a dependência em algumas atividades. Quando se torna muito difícil ir à igreja, andar pela casa ou fazer atividades rotineiras que dependam da caminhada, a scooter pode ser uma solução incrível.

Esse equipamento pode auxiliar nessa locomoção e, consequentemente, aumentará a confiança e a autoestima dos idosos, que se manterão mais felizes e ativos com a scooter.

O que você precisa saber antes de comprar uma scooter para idosos?

Escolher uma scooter pode não ser uma tarefa muito simples. Assim, para ajudá-lo, preparamos algumas dicas e informações com tudo o que você precisa saber antes de comprar uma scooter para idosos.

Sem dúvidas, a primeira pergunta que você tem que se fazer é:

Onde você mais utilizará a scooter: em ambientes internos, externos ou em ambos?

Essa questão é muito importante porque, apesar das scooters poderem ser utilizadas em ambos os ambientes, algumas são mais adequadas para fins específicos. Nesse sentido, a finalidade pode impactar diretamente na estrutura.

Por exemplo, a maior parte dos modelos internos normalmente são construídos em 3 rodas. Isso porque apenas uma roda na frente facilita na hora de dirigir, pois é mais leve. Outras scooters, planejadas especificamente para fins externos, possuem quatro rodas e são um pouco mais pesadas, mais resistentes.

Você ou alguém tem a possibilidade de transportar a scooter?

Normalmente, grandes redes de supermercados e até mesmo alguns shoppings possuem scooters disponíveis para seus clientes. A questão é que, dependendo de onde você vai, não terá disponível e, portanto, precisará utilizar a sua. Assim, você precisa pensar se tem como transportar a sua própria scooter.

Se você tem um carro, por exemplo, veja se tem espaço disponível nele para carregar a sua scooter, ok? Nessa mesma linha de raciocínio, veja se a scooter pode ser desmontada, isso pode facilitar muito a vida no dia a dia.

Peso máximo de carga da scooter

Esse é um aspecto muito importante! Algumas scooters, sobretudo as menos resistentes, possuem um peso máximo de carga bastante limitado. É preciso ficar atento porque o peso máximo de carga não implica apenas no peso da pessoa que utilizará a scooter, mas o peso total, incluindo os objetos que você poderá carregar na sua scooter.

Este modelo da Ortoponto, por exemplo, é um veículo super resistente, com equipamentos de alta qualidade e com o peso máximo de carga de 110kg.  Além disso, ele é desmontável e com ajustes de altura e largura.

Tipos de scooters de mobilidade

Como dissemos anteriormente, existem alguns modelos de scooter.

Três rodas: scooters de mobilidade de três rodas são ideais para uso interno, pois são geralmente menores e mais leves do que os modelos de quatro rodas, por exemplo, e oferecem um raio de viragem mais estreito que é muito melhor para uso interno. Seu uso ao ar livre é limitado, no entanto, pense bem em como é a qualidade do solo no ambiente externo, para não exigir demais desse modelo, ok?

Quatro rodas: scooters de mobilidade com quatro rodas são uma opção muito melhor para quem deseja dirigir sua scooter ao ar livre. Ter quatro rodas proporciona estabilidade extra e mais segurança em ambientes asfaltados ou com leves diferenças no relevo.

Viagem: scooters de viagem são as scooters de mobilidade mais leves e são projetadas para dobrar para baixo para facilitar o transporte no porta-malas.

Como escolher uma scooter?

Agora que você já teve uma base bem completa com as informações mais relevantes sobre a scooter para idosos, você pode levar os seguintes aspectos em consideração antes de comprar:

• Utilização do veículo;
• Tipo de scooter mais adequado para o seu dia a dia;
• Caga máxima permitida;
• Possibilidade de desmontagem;
• Medidas para transporte;
• Qualidade e confiança do produto.

Se você ainda tiver alguma dúvida sobre a scooter para idosos, entre em contato com a nossa equipe. Estamos prontos para ajudá-lo! Aproveite, também, para seguir a Ortoponto no Instagram. Lá você confere as principais dicas e informações sobre saúde e acessibilidade.

Gostou do texto? Conta aí nos comentários para a gente se você já tem ou pretende ter uma scooter.