Acessibilidade

Saiba como montar uma cozinha acessível para pessoa em cadeira de rodas

Você sabe como montar uma cozinha acessível para pessoa em cadeira de rodas? Embora essa tarefa não seja complicada, é fundamental pensar em algumas questões para que esse cômodo proporcione a melhor experiência para todos os usuários.

Justamente por esse motivo que preparamos esse conteúdo para você! Acompanhe os tópicos abaixo com bastante atenção e entenda o que deve ser feito para a montagem desse ambiente.

Mas antes de continuar no texto, aproveite e siga a Ortoponto no Instagram. Lá, você acompanha nossos novos conteúdos sobre saúde, além de ter acesso a promoções exclusivas!

Agora sim, boa leitura!

Afinal, o que é uma cozinha acessível?

Entenda que a cozinha acessível para pessoa em cadeira de rodas requer bastante atenção no processo de elaboração, logo, dois pontos precisam ser considerados para que esse ambiente seja categorizado como transitável:

1) É fundamental que haja espaço amplo de 1,50m de diâmetro, para que o usuário de cadeira de rodas consiga realizar o giro de 360º.

2) É essencial a disposição de armários na parte inferior de prateleiras e de bancadas fixas e que a altura seja de no máximo 1,20m, para que o cadeirante consiga acessar os utensílios com facilidade.

Quando o assunto é cozinha acessível, pensar em ergonomia não basta, pois, também é necessário ter cuidado com os materiais usados para o planejamento desse lugar da residência.

O sifão da pia, por exemplo, deve ser de plástico e não de metal, já que, certamente, a pessoa com deficiência pode usar água quente, consequentemente, quando esse item é plastificado, ela não vai se queimar caso o material esteja em contato com a perna.

Isso significa que não tem como deixar de pensar na segurança do indivíduo. É imprescindível.

5 pontos que devem ser pensados na montagem da cozinha para cadeirantes

Não há como montar uma cozinha acessível para pessoa em cadeira de rodas sem pensar em algumas questões. Sendo assim, separamos alguns pontos que precisam ser compreendidos na organização desse ambiente. Ao considerar as dicas, esse cômodo terá toda acessibilidade fundamental.

Escolha torneira com alavanca

É interessante que sejam instaladas na cozinha as torneiras do tipo alavancas, pois são bem ergonômicas, diferente das opções convencionais que precisam ser giradas no acionamento de água.

Versões com sensor automatizado também são ótimos modelos, essa tecnologia evita que a torneira seja deixada aberta e é bem mais funcional.

Tamanho ideal para a pia

Para que a pia da cozinha seja usada tanto por quem é cadeirante, como também por outros moradores, é importante que a altura seja de no máximo 85cm e a altura livre inferior não pode ser menor que 73cm.

Ao escolher a melhor pia na hora de montar uma cozinha acessível, é necessário ter em mente o modelo de cadeira de rodas usada pelo morador, pois esse item acaba variando de tamanho de acordo com a cadeira.

O fogão perfeito

A pessoa que usa cadeira de rodas, certamente, vai se beneficiar mais ao cozinhar no fogão do modelo cooktop, cujo forno é separado, pois essa alternativa possibilita que o usuário se aproxime frontalmente do eletrodoméstico. Ao ser instalado na altura ideal, é possível enxergar o alimento nas panelas e isso facilita bastante o preparo das refeições. Pode ser que seja necessário instalar um espelho inclinado acima do fogão.

Você sabia que a panela elétrica pode ser uma grande aliada na cozinha acessível? E esse eletrodoméstico não é usado apenas para fazer arroz, as receitas a seguir podem ser realizadas tranquilamente com esse recurso:

• Macarrão;
• Cuscuz;
• Carne moída;
• Estrogonofe de frango;
• Brigadeiro;
• Milho cremoso;
• Pudim;
• Cobertura para bolo.

Piso nivelado

Algumas cozinhas não são acomodadas juntamente ao mesmo espaço que outros cômodos da casa. Sendo assim, é imprescindível que seja realizado a nivelação do piso e que sejam colocadas rampas no lugar de degraus. As rampas não podem ultrapassar mais de 8,33% do nível de inclinação. Apenas em alguns casos, quando o desnível é bem inferior a 20cm, adotar inclinação um pouco maior pode ser possível.

Ademais, pensar só no nivelamento não basta. Ao montar uma cozinha acessível para pessoa em cadeira de rodas também é importante optar por pisos que sejam antiderrapantes. Os tapetes devem ser evitados, pois esse item só prejudica a circulação da cadeira de rodas no ambiente.

Altura dos armários

A altura ideal para a prateleira e armários que serão acessados na vertical é entre 1,35m e 1,40m, mas é importante pensar que não pode haver nenhum obstáculo abaixo desses móveis. Caso haja algum tipo de obstáculo, é recomendado que a altura não passe de 1,20m.

Já a altura de alcance na parte horizontal é de no máximo 50cm.

Confira aqui nossa linha completa de Cadeiras de Rodas.

O que deve ser proibido na cozinha acessível?

Não tem como montar uma cozinha acessível para pessoa em cadeira de rodas colocando os seguintes itens no cômodo:

• Passadeiras;
• Tapetes;
• Sifão de metal.

Esses itens podem promover machucados, cortes, acidentes e comprometer toda qualidade de vida do cadeirante.

As mesas com quina ou pontas, por exemplo, também precisam ser dispensadas e dar lugar para a mesa redonda, já que esse móvel facilita a entrada da cadeira de rodas.

Como aperfeiçoar a cozinha para a pessoa em cadeira de rodas?

Para que a experiência do cadeirante seja sempre a melhor, é interessante apostar em sistemas modernos e automatizados, aqueles que proporcionam praticidade extra.

O escorredor de prato que pode ser movimentado de forma automática, por exemplo, poderá ser instalado sobre a pia. A movimentação de subir e descer com o toque do botão é muito interessante.

O que deixa esse cômodo mais otimizado para o cadeirante também é a iluminação com acionamento automático.

É comum que pessoas com deficiência não tenham a sensibilidade ideal para identificar variação de temperatura, logo, é bom ter itens de proteção contra objetos quentes e o calor. Luvas e panos de pratos podem exercer esse papel para tornar a vida do cadeirante mais fácil.

De forma geral, a montagem de cozinha acessível precisa de planejamento para que a acessibilidade seja aprimorada.

Agora é com você!

Viu só?! Montar uma cozinha acessível para pessoa em cadeira de rodas é uma atividade que requer bastante cuidado! Ainda que não seja um desafio complexo, o processo de construção da cozinha precisa ser cauteloso, para que o usuário consiga ter a melhor experiência.

Gostou desse artigo? Aproveite e leia também "Banheiro adaptado para acessibilidade: entenda a importância".